Untitled
Untitled romance stories
  0
  •  
  0
  •   0 comments
Share

anon
anonAnonymously Published Stories
Autoplay OFF  •  3 months ago
Louco, teimoso e meu!Capítulo 1-parte 1-Sabe oque acontece quando você tem um monte de amigos geeks?Você passa as noites de sexta e sábado com filmes ou RPG, oque é muito legal na verdade. O ponto aqui, é que quando você se acostuma com isso, você fica surpresa quando na aula de física você ganha uma mensagem da sua amiga que tem alma de velho em corpo de 20,
By bonequinhadevidro https://bonequinhadevidro...

Untitled

by bonequinhadevidro

Louco, teimoso e meu!Capítulo 1-parte 1-Sabe oque acontece quando você tem um monte de amigos geeks?Você passa as noites de sexta e sábado com filmes ou RPG, oque é muito legal na verdade.

O ponto aqui, é que quando você se acostuma com isso, você fica surpresa quando na aula de física você ganha uma mensagem da sua amiga que tem alma de velho em corpo de 20,

dizendo que é necessário ir em um festival de banda, tipo, com musica alta e bebida!Oque tinha dado nessa guria?!Eu não iria reclamar mesmo.Botei a roupa em casa e só esperei o carro do J.

P chegar: -E ai gato? Tudo de boa?-Nem me fale, eu, num festival amador, ou seja:Musicas quase exclusivas para remixar!O “DJ J.

P” era, deles, o nerd mais zoeiro que tinha, oque era muito bom , afinal, pra ter que sustentar irmãos e mãe praticamente sozinho, só com muita alegria no coração.lá.

Sem demora eu vi Cris(Cristofer) e Clara (a velha no corpo de jovem).Aliás J.P é João Paulo, acho meio caido pra DJ.Cristhofer veio com uma camiseta escrito:”Prefiro dormir!”.

Prvavelmente pra ficar zoando e vaiando as bandas de garagem.Esse cara é cruel como colocar o pape higienico do lado errado.

Mas, fora ele poder lançar o olhar julgador, ele iria beber, então, ele tava no paraisso basicamente.J.P e Clara se ajeitaram com ele em uma mesa e fui pagar pelas cervejas num bar.Assim que J.

P comprou todos os CD`s que podia, ele jogou a mala no carro e finalmente me ajudou a me debater naquele mar de pessoas que era a platéia.

Tinha umas doida de vestido colado lá, e era o fim do inverno ainda, nem calor tava direito!

Depois as pessoas dizem que a vadia sou eu só por eu gostar de ficar com varios, isso é maluquce de invejosa!

Chegamos na primeira fileira e já bêbado, Cris, como bom roqueiro que é, ele começou a dançar igual a um maluco lá na frente:-Beleza boneco de posto!Pau de vira tripa!-J.

PBrincadeiras constantes com a altura dele coitado, mas engraçado.-Eu sou um elfo voador!-Ele disse e saiu rodopiando piruetas pela platéia até cair no chão.

Clara tava toda parada não sabendo oque fazer:-Clara, você chamou, porque não dança?-Eu tinha vindo porque….

Ela começou a enrolar as medeixas castanhas claro, nervosa:-Porque…?Ela ficou vermelha, como um grande morango:-Um carinha da faculdade, ele ia vim tocar aqui.

Eu levei um susto de surpresa e depois um baita grito.

Ela tinha se apaixonado pela primeira vez em 20 anos!Ela realmente não sabia oque fazer então eu meio que tentei ensinar ela a soltar o quadril pelo menos.

Ela estava muito dura, era engraçado.Nem me dei conta que o Cris tinha sumido, e na verdade, foi bem filha da putisse da minha parte deixa ele estatelado no chão.

Bom, ele voltou agarrado a alguem,um cara na verdade.

Eu tava pronta pra agradecer ele quando vi uma garota acompanhando ele e logo em seguida, vi QUEM era:Cabelo Preto curto lusa e raspado em degrade,olhos verdes,

óculos remendado e a barba mal feita que ele simplesmente não sabia como cuidar.Henrique Diaz.Simplesmente ele.

Ele colocou Cris numa cadeira e fez piadas com ele sobre elfos voadores e a Clara foi cumprimenta-lo e ajudar o irmão.Eu olhei de novo a garota.

Loira de cabelo curto e umas mechas rosas na ponta do cabelo, com jeans e moleto de toca…do Henrique.Fui correndo pro banheiro antes que ele notasse a minha presença ou a minha cara.

Eu não tava pronta pra isso!Ainda não!Clara entrou para checar se eu tava bem e tudo mais,Disse que sim.Quando voltei, o casal não tava mais lá, e ai sim taquei o foda-se.

ENCHI A CARA!Sou aquele tipo raro de pessoa que bebe para apreciar , tipo degustação de vinhos.

Se alguém me disse-se que bebi até ficar igual o Cris, e depois me joguei no palco, eu não acreditaria,mas, a julgar pela ressaca e do hematoma na minha perna, eu não duvido de nada.

Acordei na minha cama, com um bilhete da Clara, dizendo que me trouxeram e que meus pais não souberam da bebedeira.Olhei o relógio e tinha acordado atrasada pra varia.

Acho que a Clara ta louca por esse ai mesmo porque pra ir pra farra numa QUARTA , vindo dela isso parecia até crime.

Fui pra escola com vontade zero!Caindoooo!Cheguei na terceira aula e acho que o Cris também estava bem louco.

Passou um pouco e voltamos ao normal:-Você lembra de mais alguma coisa que fiz ontem? -perguntei -Não, mas um cara pediu pra eu te dar isso

Stories We Think You'll Love
COMMENTS (0)
SHOUTOUTS (0)